BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Vejo-te

Vejo-te à minha frente
Os teus lábios secos e irrequietos
Não os quero deixar nessa secura
E por isso te encho de beijos
..
Os sentidos são tocados
Ao sabor de uma leve brisa
Parecemos amantes do universo
Com uma emoção há muito perdida
..
Paisagens surreais se formam
Com a chuva a cair na casa de campo
A lareira acesa lá dentro
E o calor entre nós a ganhar tamanho
..
Os ecos dos desejos soam na casa
E não se precisa sequer de razões
Aceitam-se sem preconceitos
Deixam-se tomar-nos as nossas sensações
..
A meia-luz dentro da casa
Mostrando nas sombras dois corpos
Que se unem num ritual de dança
Com música que faz lágrimas chegarem aos olhos
..
Toques que se vão criando perfeitos
Suspiros que se ouvem fatais
As mãos a deslizarem devagar
Os corações a ficarem com batimentos iguais
..
As palavras a continuarem a sair
Já não é a música que se está a escutar
São sim murmúrios quase silenciosos
Que dão vontade de estar sempre a amar
..
Palavras, meias palavras
Tudo começa a desaparecer
Pois no final são os nossos corpos
Que se unem até ao amanhecer

Blue Heaven

0 comentários: