BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

domingo, 29 de novembro de 2009

Anjinha que vira diabinha

Anjinha que vira diabinha
Cuidado com a tentação
Ela fica tão sexy
Que derrete o coração
..
A sua beleza fica exuberante
A sua voz pura sedução
O seu corpo interessante
O seu olhar uma hipnotização
..
Não se consegue deixar de olhar
Para esta divina diabinha
O corpo fica paralisado
A alma fica pequenina
..
A diabinha se vai aproximando
E com um dedo na boca vai tocar
E diz bem baixinho
A tua alma para mim vai ficar
..
E o homem simplesmente sorri
Pois na companhia desta beleza quer ficar
A anjinha que virou diabinha
Qualquer um consegue conquistar

Blue Heaven

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

O baile - Dueto de Vania Staggemeier & Blue Heaven

Hoje é o dia do baile...
E os amigos estão a chegar...
A música mais linda a tocar...
E eu te pergunto poeta...
Dança comigo á luz do luar...

E eu respondo claro que danço...
Com a mais bela poetisa...
Neste luar tão branco...
Que faz sua beleza ser magia...

E assim num passo pra lá e outro pra cá...
Embarque em minha viagem lunar...
Nesta dança sem sonhos...
Esquecemos as promessas...
Pois ninguém já nos espera...

E eu guio você com leveza...
Como se fosse uma estrela a brilhar...
E no palco da dança todos se afastam...
Pois não conseguem de parar de tanta graciosidade olhar...

No rodopiar deste salão...
Sem passos marcados ao chão...
Você transforma a noite em cores...
E te ver sorrindo é minha alegria...

A cada rodopio levitamos...
Tão mágica é a nossa dança...
As cores vão mudando a cada segundo...
Iluminando tudo o que a vista alcança...

E assim transformamos a fantasia...
Em versos cheios de alegria...
A você poeta com carinho agradeço...
O par perfeito que foste...
Na alquimia perfeita do baile...

E melhor perfeição não poderia haver...
Que encanto este baile se tornou...
Na alquimia fizemos as cores aparecer...
E você com sua beleza me enfeitiçou...

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Ouve o canto

Ouve-se um canto que vai passando
Parece que por momentos está a mentir
Um som que passa com o tempo
E não se sabe bem de onde está a vir
..
Será um canto de ilusãoOu de uma esperança que se quer alcançar
Será de uma saudade constante
Ou de algo que se consegue acalmar
..
Ouve-se vozes de um paraíso
Um vulcão em erupção
Beijos de desejos
Estações do ano em transição
..
Folhas vão-se mexendo nas árvores
Flores vão abanando a sua beleza
Num deserto se mostra a água
Na floresta se move a natureza
..
São cores que se vêm
Que se vão espalhando pelo caminho
Se aprecia o passeio
Como saborear um bom vinho
..
De onde vem este canto que se ouve
Que tantas coisas faz ver
Só se pode perguntar á sua origem
Ao vento que se sente a bater

Blue Heaven

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Abraço sentido

Aperto-te num abraço sentido
Faço-te flutuar com amor
Deixo o teu corpo enlouquecido
Com um beijo atordoador
..
Despi-te na poesia
Deixando-te completamente nua
Em ti descobri a bela estrela
E tu me levas-te á lua
..
O teu suave perfume
Faz-me lembranças ter
Daqueles momentos únicos
Que não se conseguem descrever
..
Momentos quentes e loucos
Com suspiros de amor
Sentimentos que se revelam
Sempre cheios de calor
..
A tua sensualidade exala
Um êxtase total
Olhar para ti é um prazer
E pareces sempre jovial
..
Os anos podem ir passando
E o amor poderá ter várias fases
Mas sempre iremos ter
Anos cheios de felicidades

Blue Heaven

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Vejo uma figura deslumbrante

Vejo uma figura deslumbrante
Descalça no chão
Apenas com um véu no rosto
A dançar uma canção
..
O véu vai mudando de cor
Com o ritmo da canção
A sua forma mística de dançar
Desperta toda a atenção
..
O som do violino se destaca
E alma faz inebriar
Sobre a luz da lua se encontra
Esta bailarina a dançar
..
Cada movimento é de uma suavidade
Os seus gestos parecem alquimia
Pois transformam todo o ar
E fazem aparecer as notas da melodia
..
E o ritmo vai acelerando
E a magia da dança não pára de surpreender
E assim o véu que vai mudando de cor
Se transforma num vestido que não se consegue descrever
..
E a música assim termina
E a bailarina sorri para a multidão
E diz a todos muito obrigado
Por terem assistido à dança e à canção

Blue Heaven

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Espaço em mim

Espaço
Este lugar por descobrir
Sentimentos
Muitos podem surgir
..
Captei ilusões
Transformei-as em fantasias
Coloquei-as em sonhos
Para criar alegrias
..
Os enganos foram corrigidos
Sabe-se lá por qual razão
O importante é que deixaram de bater à porta
E mais leve ficou o coração
..
Das tristezas sem sentido
Sorrisos foram criados
A alma ficou mais cheia
E livre de pecados
..
Neste lugar o vazio não existe
O medo não tem nome
A vida não é um segredo
Não existe fome
..
Amor é a única palavra
Sentimento indolor
Vida no sentido perfeito
Mundo cheio de cor
..
Espaço
Como a Fénix renasci
Sentimentos
Palavras eu escrevi

Blue Heaven

terça-feira, 17 de novembro de 2009

De tudo o que faço por ti

De tudo o que faço por ti
Nunca espero gratidão
Espero apenas que aceites
Quando te estendo a mão
..
Tudo faço por amor
Por sentir uma grande cumplicidade
Neste sentimento grandioso
Que traz felicidade
..
Liberto-te por momentos de tormentos
Trago-te uma leve calma
Trago-te uma liberdade implorada
Pela tua bela alma
..
Dou-te aconchego no meu coração
Dou-te paz nas minhas asas
Como homem te dou a minha paixão
Como anjo te dou protecção para todas as causas
..
Eu amo-te com desejo
Um desejo de sempre te deixar animada
De sempre saberes
Que por mim sempre serás amada

Blue Heaven

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Vejo-te

Vejo-te à minha frente
Os teus lábios secos e irrequietos
Não os quero deixar nessa secura
E por isso te encho de beijos
..
Os sentidos são tocados
Ao sabor de uma leve brisa
Parecemos amantes do universo
Com uma emoção há muito perdida
..
Paisagens surreais se formam
Com a chuva a cair na casa de campo
A lareira acesa lá dentro
E o calor entre nós a ganhar tamanho
..
Os ecos dos desejos soam na casa
E não se precisa sequer de razões
Aceitam-se sem preconceitos
Deixam-se tomar-nos as nossas sensações
..
A meia-luz dentro da casa
Mostrando nas sombras dois corpos
Que se unem num ritual de dança
Com música que faz lágrimas chegarem aos olhos
..
Toques que se vão criando perfeitos
Suspiros que se ouvem fatais
As mãos a deslizarem devagar
Os corações a ficarem com batimentos iguais
..
As palavras a continuarem a sair
Já não é a música que se está a escutar
São sim murmúrios quase silenciosos
Que dão vontade de estar sempre a amar
..
Palavras, meias palavras
Tudo começa a desaparecer
Pois no final são os nossos corpos
Que se unem até ao amanhecer

Blue Heaven

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Aprendi muitas coisas

Aprendi muitas coisas na vida
E uma delas foi saber amar
Pode não ter dado certo a longo termo
Mas nunca me vou arrepender de tentar
..
Pode-se sofrer um pouco
Mas para quê culpar
Se não deu certo não estava destinado
A que fosse resultar
..
Mas o amor sempre volta a aparecer
Desde que não tenhamos medo de voltar a amar
E temos sempre de aproveitar os momentos
Que felicidade nos podem dar
..
Dizem que o amor é eterno
Talvez seja, ou talvez não
Mas o importante mesmo
É que dure sempre com paixão
..
Se terminar o amor
Que fique então a amizade
Para quê ficar longe de uma pessoa
Com quem já se teve felicidade
..
Amar é assim mesmo
E nunca deveria terminar
Se acaba a paixão
Nada está arrumado, e sempre se pode continuar
..
Amor, amar, ser amado ou amada
São palavras que podem muito significar
Não é o fim do mundo quando não se é correspondido
Apenas outra pessoa tem de se encontrar
..
Amem sem medos
E aproveitem cada pedacinho
Pois esses sim são os momentos eternos
De que o amor fala tão baixinho

Blue Heaven

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Praia silenciosa

Praia silenciosa
Apenas as gaivotas a voar
Nada emite som
Até as ondas estão calmas no mar
..
Olho para o horizonte
E o céu vai ficando alaranjado
O sol a ir descendo
Mas sempre muito calado
..
A noite vai surgindo
E a lua começa a aparecer
O alaranjado se substitui por um escuro
De uma beleza que nunca se consegue esquecer
..
Juntam-se as estrelas no escuro
E um leve brilho começam a criar
Com um cintilar insonoro
Com um brilho de encantar
..
Está tudo silencioso
O som não é preciso
Pois este cenário já é perfeito
Já é um som silencioso lindo

Blue Heaven

domingo, 8 de novembro de 2009

Cheguei de repente

Cheguei de repente
Como se fosse um pássaro a voar
Escondido entre as nuvens
Com a chuva a acompanhar
..
Entrei nos teus sonhos
E neles te fui beijar
Te dei um aconchegante abraço
E disse para continuares a sonhar
..
Toquei no teu coração
Acordei a tua alma
Matei a tua solidão
Deixei-te mais calma
..
Como foi uma grande alegria
Ao ver a tua solidão partir
E ver que no teu coração
Tu me teres te fez sorrir
..
E ao longe no teu sonho
A minha voz tu ouvias
E da tristeza que havia
Surgiram apenas alegrias
..
Então tu ouves um murmúrio
Bem pertinho do teu ouvido
Que te diz sou o teu anjo
Sou sempre teu amigo
..
E viste as estrelas no alto
E a lua a brilhar
E no sonho pediste um desejo
Que as duas almas sempre juntas possam ficar

Blue Heaven

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Gosto de te ter na minha vida

Gosto de te ter na minha vida
Da forma como me fazes sonhar
De ver o teu sorriso ao dormir
De me encontrar com o teu olhar ao acordar
..
Disseram-me que tinha de escolher
Com o que queria ficar
E com o que queria perder
E eu disse que te queria sempre amar
..
Não te pergunto se gostas do meu amor
Não te pergunto se gostas de comigo estar
Sinto sempre contigo um grande calor
E um clima de felicidade no ar
..
Quando estás triste faço brincadeiras
Quando estás feliz faço palhaçadas
De todas as formas que te vejo e sinto
Sempre temos as noites marcadas
..
São momentos sempre eternos
Que serão sempre nossos
É sentir o teu respirar
É ver o amor nos teus olhos
..
Amar-te é uma perdição
É sentir que se tem uma nova vida
Amar-te é ter um novo coração
É sentir a verdadeira alegria

Blue Heaven

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Perguntam

Perguntam-me porque estou sempre bem-disposto
Com este mundo com problemas sem parar
Como consigo estar sorridente
Se nada há para animar
..
E eu respondo que sou assim
Porque ainda sou um menino
Que estando no seu espaço
Continua a saber o segredo do fascínio
..
Olho-me no espelho e vejo um homem
Olho-me no coração e vejo uma criança
Olho para o mundo e vejo desilusão
Olho para a alma e vejo esperança
..
Os olhos brilham com uma alegria
De saber que muitos posso ajudar
Com a minha perspectiva sempre directa
E com a sinceridade que em mim sempre se pode encontrar
..
Já me chamaram de tolinho
Doido amigo e anjo
Muitos corações toco
Muitas almas alcanço
..
O meu coração bate forte
E a felicidade consigo encontrar
Quando vejo que os meus amigos
Felizes com a minha ajuda conseguem ficar
..
Não sou nenhum ser poderoso
Apenas gosto de desvendar
O que vai na alma e coração
Das pessoas que à minha roda conseguem estar
..
Eu serei sempre aquele menino
Aquela criança cheia de energia
E que dizia sempre a todos os amigos
Vamos ter um mundo cheio de alegria

Blue Heaven

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

No mar revolto eu te vejo

No mar revolto eu te vejo
Com esses olhos a brilhar
São como faróis que me guiam
Para o destino que me quer encontrar
..
Nesse momento te desejo
Beijar apenas por beijar
Quero sentir o gosto dos teus lábios
Quero apreciar a beleza do teu olhar
..
Dou-te um copo de vinho suave
Em doses pequenas num copo dourado
Quero que degustes com prazer
E sintas o seu aroma apurado
..
Digo para os olhos fechares
E velas acendo em redor
Todas com cores diferentes
Cada com uma chama cada vez maior
..
Por cada chama uma nota musical
Podendo criar-se várias melodias
E todas sempre divinais
Para te trazerem muitas alegrias
..
Alimento com as frutas mais exóticas
Com os teus olhos vendados
Tentas adivinhar cada fruta
Que te vou dando em pedaços
..
Sempre que falhas dou-te um beijo
Sempre que acertas uma nova fruta te dou a provar
E assim se faz um amor diferente
E te digo com sinceridade, sempre te vou amar

Blue Heaven