BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Ilusão de Neptuno

O barco zarpa do porto
Com o vento nas velas a soprar
Mas de repente ele pára
Pois o vento resolveu parar
..
Começa a andar de novo devagarinho
Como um nómada sem destino
O vento vai soprando devagar
Como se trata-se de um andarilho
..
A madrugada começa a raiar
E o galo canta com a sua força
Todos começam a despertar
E parecem encontrar-se numa gruta
..
Morcegos voam em volta
E peixes da água começam a saltar
Têm a usa maior liberdade
Pois nenhum anzol estão a encontrar
..
Um gato está na amurada
Vê o peixe a saltar
Com as suas unhas o apanha
Com a sua boca o começa a devorar
..
Um rato corre depressa
E da ratoeira se desvia
Apanha aquele queijo
E com ele se delicia
..
Na janela se vê o raio de sol a entrar
Afinal é primavera
As flores acordam
Com vontade de uma nova descoberta
..
Começam a cair gotas de água
Mas como pode isso ser
Afinal tudo isto acontecia
Na gruta onde tinham ido aparecer
..
Eis então que se deparam
Com a verdadeira razão
O deus dos oceanos
Tinha criado esta pequena ilusão
..
Neptuno então aparece
Apenas para lhes dizer
O vento lhes vou dar de novo
Porque os vossos corações o fizeram merecer
..
Voltaram sem terem a certeza do que tinham visto
E do que lhes tinha acabado de acontecer
Afinal tudo isto foi uma experiência
Que nunca mais vão esquecer

Blue Heaven

0 comentários: